Luta de boxe histórico sem o uso de suas pernas


Uma mulher em uma cadeira de rodas entrará em uma arena de boxe sete anos depois de perder o uso de suas pernas para inspirar outras pessoas com deficiência.

Tamara Bélisle, 26 anos, e Jani Barré, 39, não usam mais no chão. Em 18 de maio, eles se tornarão as primeiras mulheres em cadeiras de rodas a competir em uma luta de boxe em Quebec.

Eles querem provar que tudo é possível. Mesmo sem o uso de suas pernas.

“A desvantagem está aqui para ficar, mas na vida você pode fazer o que quiser. Sete anos atrás, venci minha luta contra a morte. Em 18 de maio, queremos inspirar as pessoas “, compartilha Tamara Bélisle, de Longueuil.


Tamara Bélisle

Foto de Magalie Lapointe

Tamara Bélisle

Em 18 de maio de 2012, a Sra. Bélisle estava andando de moto com sua esposa no momento em que ele perdeu o controle de sua motocicleta.

Passageiro, a mulher, que tinha 19 anos, não teve chance. Em seu outono, ela sofreu muitas fraturas que a colocaram em coma por vários dias.

Ela sofre de paraplegia incompleta, o que causa uma perda significativa de habilidades motoras nas pernas.

É impossível saber se ela poderá andar novamente algum dia.

“Eu percebo que não me beneficiei o suficiente com o uso das minhas pernas [quand je l’avais]. Posso dizer que não há nada adquirido na vida “, murmura Tamara Bélisle.

Seu adversário no ringue em maio próximo, Jani Barre, já foi vítima de 157 fraturas. Ela tem a doença dos ossos de vidro, o que os torna extremamente frágeis. Suas pernas não suportam, daí o uso da cadeira de rodas.


Jani Barré

Foto de Magalie Lapointe
             …

Continue lendo

Você deve Entrar para ver o artigo completo no site do autor original.

Login | Registre-se (grátis)


Artigo original Idioma: francês
Língua do site Original: francês
Você leu 2300 caracteres que o artigo original tem mais de 3500 caracteres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *